Seja bem-vindo(a)!

Ba gua ou Pa Kua com com símbolos chineses em metal

Ba gua ou Pa Kua com com símbolos chineses em metal

Ba gua ou Pa Kua com com símbolos chineses em metal

Gosta deste produto? Deixe o seu comentário aqui!

Disponibilidade: Em estoque

Preço: R$29,90

Promoção: R$20,00

Economize: R$9,90 (33%)

Digite o seu CEP:

DESCRIÇÃO


Ba gua ou Pa Kua com com símbolos chineses. O baguá (também conhecido como bagua ou ba gua ou pakua ou pa kua) é um amuleto chinês usado para atrair energias positivas e rebater as energias negativas. Muito utilizado no feng shui para harmonização de ambientes e corrigir aspectos desarmoniosos. É composto de trigramas, animais do horóscopo do zodíaco chinês, tigre, espada, nó chinês, ying yang e outros simbolos. Utilize esta linda peça para decorar e harmonizar o ambiente da sua casa ou escritório. Pode ser utilizado também no espelho retrovisor do carro. Para comprar, para presentear, para colecionar.


ESPECIFICAÇÕES   


Dimensões: L=4,8 cm A=32,5 cm P=1 cm
Peso: 20 g

CURIOSIDADES


SIGNIFICADO DE CADA SIMBOLO

Ba Gua (pinyin) ou Pa Kua é a representação de um conceito filosófico fundamental da antiga China, sua tradução literal significa oito trigramas ou oito mutações. Pode ser representado como um diagrama octogonal com um trigrama situado em cada lado. Os trigramas podem ser dispostos segundo diferentes arranjos, assumindo diferentes significados, os mais importantes são a disposição do Céu Primordial e a disposição do Céu Posterior. Trigramas são as oito combinações possíveis das energias Yin Yang em três linhas (as tracejadas significam Yin e as contínuas representam o Yang). O Ba Gua é a união desses trigramas e serve para delimitar onde cada energia se localiza em pessoas e ambientes. Contudo, sua configuração no Feng Shui é especial, pois leva em consideração as alterações de paredes, portas e janelas nas vibrações da natureza. A lenda mais popular sobre a descoberta do Ba guá diz que o imperador Fu Hsi viu os trigramas desenhados no casco de uma tartaruga, às margens do Rio Amarelo, e com eles desvendou o segredo de todas as coisas. O conceito não se aplica apenas à filosofia Taoísta Chinesa e ao I Ching, mas é também fundamental em outros domínios da cultura Chinesa, as artes marciais chinesas, e a navegação.


O princípio das "Oito Mutações":


O diagrama do Pa Kua representa formalmente os princípios das "Oito Mutações". Este conhecimento pode ser utilizado e adaptado à compreensão de qualquer tipo de situação, considerando que estas estão sempre em mutação assim como a própria natureza. Observando os trigramas como indicações de oito caminhos que se abrem a partir de cada situação, é possível avaliar o desenvolvimento de uma determinada questão sob oito perspectivas diferentes. A partir destas referências cada pessoa pode escolher melhor os seus próprios caminhos. Essas forças antagonicas são opostas e complementares, existindo dentro de todos nós e sendo guiadas pelo discernimento. Existem várias lendas sobre como o conhecimento do Ba Gua foi revelado aos seres humanos. A mais conhecida é a do imperador Fu Hsi, a quem também são atribuídas a invenção da escrita, do matrimônio, da arte da costura e os primeiros relatos sobre aMedicina Tradicional Chinesa. Ao passear pelas margens do Rio Amarelo, aproximadamente em 3.000 a.c, Fu Hsi teria visualizado os oito trigramas no casco de uma tartaruga. Outra lenda se refere a um animal com corpo de dragão e cabeça de cavalo com os trigramas representados nas costas. Fu Hsi teria percebido neles uma chave para explicar todas as coisas e os deixou como legado para os seus sucessores, que trataram de dar continuidade aos estudos sobre os trigramas elaborando o I Ching (O livro como o conhecemos atualmente possuiu três autores: o conde Wen, o duque Chou e o famoso filósofo Confúcio (Kung Fu Tsé).) Além do I Ching outros aspectos da cultura tradicional chinesa foram estruturados a partir dos princípios revelados pelo Pa Kua, como a arte marcial chinesa Ba Gua Zhang, desenvolvida por Dong Hai Chuan no início do século XIX, e o Feng Shui.


O uso do Ba Gua como amuleto:


O Ba Gua assume também um significado religioso dentro da doutrina Taoísta, justificando o seu uso como amuleto pelos que seguem o Tao como religião. No Ocidente, com a crescente divulgação do Feng Shui como um modo de harmonizar os ambientes e a vida de seus habitantes, o Ba Gua também passou a ser utilizado como um símbolo de proteção que acreditam poder ser usado para consertar aspectos não harmônicos de um determinado ambiente. É comum encontrar nestes símbolos a imagem dos oito trigramas associada ao símbolo doTai Chi, uma vez que estes trigramas têm sua origem nestas duas forças primordiais.



ZODIACO CHINES


Os estudos sobre a astrologia se iniciaram muito cedo na china. Graças aos astrólogos imperiais, conheciam-se os dias da mudança das estações e previam-se e interpretavam-se todos os sinais celestes. Em vez de se basearem na eclíptica, como fazem os astrólogos ocidentais, os chineses observavam as estrelas circumpolares, que eram vísiveis durante a noite toda e durante o ano todo. Concentravam-se também nas 28 constelações circumpolares, denominadas "sui". Cada uma delas pertencia a um dos palácios celestes e tinha o nome de algum animal. Alguns desses animais não só dão seu nome aos doze meses, como também aos ciclos horários e aos ciclos de 12 meses. Segundo a lenda, Buda convidou todos os animais da criação para uma festa de ano novo, prometendo uma surpresa a cada um dos presentes. Apenas doze compareceram e ganharam um ano de acordo com a ordem de chegada: o rato, o boi, o tigre, o gato, o dragão, a serpente, o cavalo, o carneiro, o galo, o cão e o porco. Para saber como o rato fez para ficar em primeira posição, a história taoista diz que quando o imperador do céu convocou todos os animais para concorrer aos 12 postos, o rato e seu amigo gato concordaram em ir juntos na manhã seguinte. Porém, quando o rato acordou e encontrou o gato ainda dormindo, ele não acordou seu amigo. Na sua chegada ao local do encontro, o rato encontrou a fila com outros 11 animais, com o boi em primeiro lugar. sem hesitar, ele pulou a fila até chegar às costas do boi. Então, com o sinal de entrada do imperador do céu, ele deslizou pelas costas do boi e roubou o primeiro lugar. Seu sucesso desleal provocou indignação pública. Desde então, ele habita os subterrâneos. Essa também é a origem da aversão entre o gato e o rato. Existe outra versão sobre a ordem dos animais. Dizem que a ordem foi estabelecida de acordo com a lei das atividades diárias dos animais. Ainda na dinastia han, século 3 antes de cristo, a china dividia o dia em 12 horas e cada animal representava uma hora do dia. O rato ficou no primeiro lugar porque a meia noite era considerada o período mais ativo do animal.



YIN YANG


Segundo a filosofia chinesa o yin yang é a representação do positivo e do negativo, sendo o princípio da dualidade, onde o positivo não vive sem o negativo e vice e versa. O criador desse conceito foi I Ching, ele descobriu que as formas de energias existentes possuem dois pólos e identificou-o como Yin e Yang. O Yin representa a escuridão, o princípio passivo, feminino, frio e noturno. Já o Yang representa a luz, o princípio ativo, masculino, quente e claro. Além disso, também são indicados como o Tigre e o Dragão, representando lados opostos. Quanto mais Yin você possuir, menos Yang terá e, quanto mais Yang possuir menos Yin você terá. Essa filosofia diz que para termos corpo e mente saudável é preciso estar em equilíbrio entre o Yin e o Yang. Há sete leis e doze teoremas da combinação das energias Yin e Yang. As leis são: 
1. Todo o universo é constituído de diferentes manifestações da unidade infinita;
2. Tudo se encontra em constantes transformações;
3. Todas as contrariedades são complementares;
4. Não há duas coisas absolutamente iguais;
5. Tudo possui frente e verso;
6. A frente e o verso são proporcionalmente do mesmo tamanho;
7. Tudo tem um começo e um fim.

Os teoremas são:
1. Yin e Yang são duas extremidades de pura expansão infinita: ambas se apresentam no momento em que a expansão atinge o ponto geométrico da separação, ou seja, quando a energia se divide em dois;
2. Yin e Yang originam-se continuamente da pura expansão infinita;
3. Yang tende a se afastar do centro; Yin tende a ir para o centro; E ambos produzem energia;
4. Yin atrai Yang e Yang atrai Yin; Yin repele Yin e Yang repele Yang;
5. Quando potencializados, Yin gera o Yang e Yang gera o Yin;
6. A força de repulsão e atração de todas as coisas é proporcional à diferença entre os seus componentes Yin e Yang;
7. Todos os fenômenos têm por origem a combinação entre Yin e Yang em várias proporções;
8. Os fenômenos são passageiros por causa das constantes oscilações das agregações dos componentes Yin e Yang;
9. Tudo tem polaridade;
10. Não há nada neutro;
11. Grande Yin atrai pequeno Yin; o grande Yang atrai o pequeno Yang;
12. Todas as solidificações físicas são Yin no centro e Yang na periferia. O lado negro é o Yin e o branco o Yang; o pequeno círculo branco no lado negro significa que o Yin possui o Yang e, o círculo que o lado branco possui significa que Yang possui Yin.

Código do Produto bagua-NA51029128

Opinião dos Clientes

Produto: Ba gua ou Pa Kua com com símbolos chineses em metal

O que você achou deste produto? *

  ♥♥ ♥♥♥ ♥♥♥♥ ♥♥♥♥♥
Embalagem
Preço
Qualidade